Voltar ao Topo

Decoração Tiki

Decoração rosto Maori

Decoração Tiki ou Estilo Tiki remonta as antigas civilizações Polinésias e suas centenas de ilhas no Oceano Pacífico. Febre nos Estados Unidos da América nos anos 20 e 30 perdurando até os anos 50 e 60, o estilo e a decoração Tiki basicamente consistiam em usar a chamada Arte Primitiva com suas curiosas artes da Oceania e Polinésia contrastando e enfatizando as linhas belas e suaves do Design de interiores moderno nos mais diversos e inusitados ambientes residênciais e comerciais internos e externos.

Desde os primórdios da civilização Humana, o ser Humano busca em sua imaginação o paraíso perdido, quando as primeiras notícias e lendas sobre as ilhas do Pacífico Sul chegaram a dita sociedade moderna a associação com o paraíso perdido foi imediata e a Polinésia tornou-se a metáfora do paraíso na Terra. Kon Tiki foi o nome do primeiro grande chefe do Tahiti na Polinésia Francesa, Tiki era tido pelos habitantes como seu parente ancentral Divino sendo erguidas gigantescas estátuas em madeira e pedra artesanais em sua homenagem por toda a Polinésia.

Os Aborigenes Maoris na Nova Zelândia, Rapa Nuis na Ilha de Pascoa (pertencente hoje ao Chile) e os Láptas em Fiji, Tonga e Samoa, povos Indigenas nativos da Oceania e Polinésia os quais são considerados alguns dos grupos Étnicos mais antigos do planeta Terra e muito provavelmente vieram de várias localidades do Sudeste Asiático inclusive do continente Asiático em jangadas de madeira e junco para as diversas ilhas do Pacífico levando consigo na bagagem sua maravilhosa e singular cultura.

Outra tese de imigração foi defendida pelo explorador Norueguês, Thor Heyerdahl (1914 - 2002) navegador e autor do livro Kon Tiki. Thor narra sua expedição em uma jangada rudimentar, partindo de Callao no Peru até o Atol de Raroia no Tahiti no ano de 1947, demonstrando a viabilidade de tal imigração ter vinda da América do Sul para a Polinésia. Thor Heyerdahl além publicar um livro onde narra sua aventura pelo mar, escreveu e publicou também um livro sobre os moais, gigantescas estátuas em pedra esculpidas e erguidas na ilha de Pascoa no oceano Pacífico pelos Rapa Nuis.

A decoração Tiki, os costumes Polinésios, as tatuagens Maoris, a cozinha Tiki, a música Didjeridu, a ficção literária, os tecidos exóticos, as estátuas em madeira, as máscaras Tiki e a decoração tropical nos dias de hoje compõe a representação dos desejos de sentir-se acolhido em um ambiente Nativo com personalidade e Cultura Aborigene Polinésia traduzindo-se no Sea and Jungle, mar e floresta, dando o aspecto Tiki original autêntico exótico necessário para impressionar até os olhos mais exigentes da decoração moderna.